Mercado instável, economia rápida, mudança de comportamento das pessoas, tecnologia cada vez mais presente em tudo, …

Poderia continuar por linhas e linhas, mas acho que não preciso, você já entendeu o contexto, afinal sente isso na pele todos os dias não é?

Sua empresa acompanha a velocidade do mercado e da concorrência …

Você e todos que estão no mercado também sentem isso.

Aí eu te pergunto, qual é a melhor maneira de lidar com isso?

Como posso fazer uma limonada com esses limões?

Para essa pergunta não existe uma resposta certa (infelizmente) mas posso te dar uma dica de como as empresas e empreendedores estão lidando com isso: INOVAÇÃO.

Aquela antiga frase “Não se mexe em time que está ganhando” já ficou para trás faz tempo né?

Espero que você não pense assim ainda. Hoje em dia, ganhando ou não, você e seu time não podem ficar parados, se acomodar, caso contrário o mercado e seus concorrentes vão te engolir (Conhece a Parábola do Tubarão no seu tanque?)

Inovar, não é necessariamente desenvolver um produto genial ou aplicativo disruptivo, você pode inovar nas pequenas coisas do seu dia a dia, nas pequenas tarefas que você executa na sua empresa ou no seu negócio. Inovar é uma questão de Cultura e Processo.

Então aqui vão algumas dicas para que possa repensar a inovação para você:

  • Inovação começa de cima para baixo: O líder da empresa tem que estar envolvido e comprometido com a inovação. Não que precise ser a pessoa mais criativa e inovadora do mundo, mas tem que possibilitar que a inovação aconteça, tem que ser o promotor dessa iniciativa, quebrando barreiras, inspirando as pessoas;
  • Tolerância ao erro: Se inovar é muitas vezes andar por caminhos nunca antes percorridos, a probabilidade de tropeçar ou ter que voltar e começar de novo é grande. Isso faz parte do processo. Aceitar o erro (claro de forma inteligente) é permitir que as pessoas tentem;
  • Aprendizado constante: Seja com os erros, com os acertos, com os concorrentes, etc. sempre é bom estar atento e aprender com todas as experiências que puder. O conhecimento adquirido é muito importante para o processo de inovação.

Se pensarmos nas empresas mais valiosas do mundo hoje, todas possuem a cultura da inovação.

Segundo a Bloomberg (2017) por exemplo a Amazon investiu U$ 16,1 bilhões em inovação no ano que que a pesquisa foi feita.

E você? Quanto e como tem investido?

Provavelmente não os U$ 16,1 bilhões, mas também não é só com dinheiro que se investe em inovação, mas também com cursos, treinamentos, pesquisas, parcerias, etc.

Tem muitas outras maneiras de você repensar o seu negócio (seja no todo ou em partes) para que possa estar sempre evoluindo.

Veja o Case da TINBOT ROBÓTICA que passou pelo Sebraetec e conseguiu tanto evoluir o seu produto mas também capitalizar o negócio.

E caso você queira saber mais sobre Tanques de tubarões, , existe um programa de TV chamado Shark Tank (traduzido fica Tanque dos Tubarões), em que empreendedores vão apresentar suas ideias de negócios para empresários bem sucesso em busca de investimento deles no negócio.

E como diria a Dory do filme Procurando Nemo: “CONTINUE A NADAR…”

Fonte: < https://comunidadesebrae.com.br/inovacao/para-inovar-continue-a-nadar> Acesso em: 25/08/20 ás 14h20m